All content @ by Franklin Nolla

Comportamento

Apagando incêndios / Fireman.

Como se diz no “popular” , estive apagando “incêndios” (enfrentando grandes problemas). Graças a Deus já está tudo resolvido e da melhor maneira possível.

Aproveitei a  imagem abaixo para ilustrar a analogia com os problemas. Na realidade  eu participei de um  treinamento de uma empresa que precisava criar uma brigada de incêndio e cheguei a conclusão que é apavorante enfrentar o fogo . Tá certo que estava tudo simulado e que a segurança era total, mas é muito complicado enfrentar os diversos cenários dos locais em chamas. Cada tipo de situação exige extintores de tipos diferentes e isso já é um grande problema, pois é necessário identificar  se o fogo será apagado com água ou  com pó químico. Depois tem que se usar equipamentos adequados para situações externas ou internas, como  máscaras,  capacetes ,roupas especiais ,luvas, botas e um monte de “traquitanas ” à prova de fogo. O difícil é ter sangue frio na hora do aperto. O instrutor fica “doido”com os procedimentos errados na hora do “vamo vê”, porque não é natural você ir de encontro as chamas. Em uma sala com vários focos de fogo,  fumaça total que não se enxerga nada, eu perdi a noção do espaço e da saída. Dá para entrar em pânico . É muito ruim e angustiante…… Resta torcer e rezar para que não aconteça com nenhum de nós porque  fogo é “F…ogo”!…..

Picture by Franklin Nolla.
bombeiros/firemen


Que o céu nos proteja!

Ufa! Finalmente o ano novo começou. O meu desejo é que o Anjo da Guarda, aquele que toda pessoa tem ,  não tire folga também  nos feriados que virão e  acabe , como nós, se acostumando com a preguiça e esqueça  de  nos proteger   no ano de 2013. Venhamos e convenhamos, o Brasil é o país dos feriados e  principalmente dos impostos. Se prepare,  não será mole a quantidade de contas que você terá que pagar  e  infelizmente não existe anjo da guarda que consiga evitar  isso. Para outros assuntos, peça e tenha fé que ele estará presente,  mas insista porque talvez  esteja curtindo mais uma “semanona”de feriados.O próximo  ënforcamento” de trabalho será no Carnaval, depois na Páscoa, depois nas Festas Juninas, depois no dia das Mães e depois…….e  depois acabou o ano. Viva a ‘leseira”. Viva os “feriadões”.Viva o “Pibinho”…….. Anjinho… dá um jeito no vizinho!…Tá todo mundo “quebradinho”….

Picture by Franklin Nolla –   Gordes/France.

galeria em Gordes,Fr 72


A minha degustação das Cachaças.

Em uma manhã fria e chuvosa em Paraty ,  há um mês,  resolvi me aventurar a experimentar algumas cachaças , coisa que nunca fiz na vida. Meio timido, pedi a balconista de uma loja especializada na típica bebida brasileira, que ofertasse algumas das “boas” para mim. Primeiro ela me ofereceu umas “meias-bocas”. Depois eu cheirei uns grãos de café para neutralizar o gosto da cachaça anterior e ela me ofereceu das “boas”. A  diferença entre as normais e as especiais é absurda.As de safras selecionadas e via de regra mais antigas,  são suaves, aveludadas e descem como diz uma propaganda, “macio”. Foi uma experiência muito boa. Depois de trançar um pouco as pernas, fui a um restaurante e comi como um leão.Planejo algum dia, voltar a experimentar as “ditas cujas”.

cachaça ParatianaPicture by Franklin Nolla.


Um tributo fotográfico aos Novaiorquinos. A Photographic Tribute to New Yorkers.


 As últimas previsões metereológicas apontam para uma possível nova tempestade atingir  New York e New Jersey ainda nessa semana. Tomara que não.

O motivo deste post é prestar um tributo fotográfico aos habitantes de Nova Iorque e Nova Jersey.

Esse local, Battery Park,  em “Lower Manhattan” foi praticamente arrasado pelo furacão Sandy. Uma pena. Aí vai  a minha homenagem aos  cidadãos comuns que fazem parte de  uma grande cidade.

Battery Park/ Lower Manhattan

Mulher dirigindo  ônibus em Manhattan. Bus driver.

Em cima do ônibus turístico. Sightseeing bus.

Trabalhador recolhendo entulhos. American worker/Debris.

“Camelô”  chinês. Chinese worker.

“Loiraça”. Beautiful lady.

Simpática moça trabalhando feliz da vida na divulgação da peça da Broadway/ Priscilla , a Rainha do Deserto. Happy woman working at Broadway.

Amy Winehouse style.

Com um pouco de humor, uma  criança examina “as partes” da estátua  de Marylin Monroe  no museu de cera de Mme Tussaud.

Oopss!. What about Marylin underwears?

All pictures by Franklin Nolla.


Devastar não é preciso (2) ou até a extinção.

“Era uma vez uma linda floresta …… ”         Esse é o começo tradicional de uma linda estória infantil  que sempre acaba bem.             ” Era uma vez uma linda mata……”     Esse é o começo de uma estória em que os adultos protagonizam e  que nunca acaba bem . Esse é o início fatídico da extinção de uma pequena floresta que o “homo sapiens” devasta……devasta…. até que um dia, com o passar dos séculos…………..,  seremos analisados   pelos ETs como a espécie extinta  que se chamava  “homo imbecilis” e que devastou um lindo Planeta Azul chamado Terra.

“Finito”.

Picture by Franklin Nolla.

PS- Escrevi isso como um desabafo após assistir um vídeo sobre gratidão no you tube.   http://www.youtube.com/watch_popup?v=Pr085LDIvEA&feature=youtu.be


Devastar não é preciso.

Na foto acima, vemos como  começa o processo de devastação da  Natureza.

Picture by Franklin Nolla.


Voar é preciso ou no meio dos prédios (Between Buildings).

Para mim , voar é o máximo. Sou afortunado por isso. Deus me deu a chance de trabalhar com fotos aéreas e realizar um dos meus maiores sonhos da minha vida. Voar. Antes do feriado eu sobrevoei São Paulo por duas rápidas horas, talvez para os clientes , duas longas horas. Para  mim nem bem subi e já desci. Agora é  esperar  por uma nova oportunidade. Medo?  Sim, tenho um pouco antes de entrar no helicóptero, minutos depois…eu relaxo. Aí é só prazer. Quer em uma linda paisagem, quer na periferia, quer no centro da cidade, quer no campo …o local não importa porque o que importa é voar e voar é preciso.

Essa foto acima é simplesmente documental,  mas com uma enorme força e representatividade para mim.Estou sobrevoando alguns prédios na zona oeste de São Paulo e a aeronave está  voando em uma altitude mais baixa  do que alguns edifícios . O barato é  que esse momento me relembrou as cenas de perseguição das naves em conflito no filme “Guerra nas Estrelas” -Stars Wars. Puro deleite. Onde se sente isso?  Na vida real em um helicóptero ou então só nos simuladores de companhias aéreas , ou na  Disney ou em  vídeo-games….. ( meio artificial , né ). Já disse que , para quem tem um pouco de grana, vá ao Campo de Marte  e divirta-se.

Picture by Franklin Nolla –

Informações via Google . Minha indicação – Helimarte – vôos panorâmicos sobre a cidade .