All content @ by Franklin Nolla

Geral

O último a sair… apague a luz.

get

Sem comentários. Um papa italiano…. nascido na Argentina…… velho…. e ..conservador… não dá, né!

picture by AP/Associate Press.

ps-  Continuo Cristão.  Que frustração.


O Papa deve ser Brasileiro. Porque? The Pope must be Brazilian. Why?

vaticano.rafael belicanta:terraPorque somos 123 milhões de seguidores da religião  católica apostólica romana. Porque Dom Odilo Scherer tem 63 anos, e é  um dos mais jovens cardeais do conclave. Porque pode trazer uma “modernidade” a caquética e obsoleta visão política e teológica  do Vaticano.Porque a América Latina é o maior baluarte da fé católica cristã. Porque Roma não está com “nada” e  com apenas 56 milhões de fiéis.  Porque somos mais numerosos e isso tem que ser levado em conta e  porque essa é a modesta opinião de um fiel seguidor que se orgulha de ser Cristão.

Picture by Rafael Belicanta/Terra.

ps- 1 O texto é um pequeno desabafo de um mero fiel da igreja católica e “punto”.

ps-2 Vejam o filme Habemus Papam do diretor italiano Nanni Moretti. Muito bom e  interessante .


Apagando incêndios / Fireman.

Como se diz no “popular” , estive apagando “incêndios” (enfrentando grandes problemas). Graças a Deus já está tudo resolvido e da melhor maneira possível.

Aproveitei a  imagem abaixo para ilustrar a analogia com os problemas. Na realidade  eu participei de um  treinamento de uma empresa que precisava criar uma brigada de incêndio e cheguei a conclusão que é apavorante enfrentar o fogo . Tá certo que estava tudo simulado e que a segurança era total, mas é muito complicado enfrentar os diversos cenários dos locais em chamas. Cada tipo de situação exige extintores de tipos diferentes e isso já é um grande problema, pois é necessário identificar  se o fogo será apagado com água ou  com pó químico. Depois tem que se usar equipamentos adequados para situações externas ou internas, como  máscaras,  capacetes ,roupas especiais ,luvas, botas e um monte de “traquitanas ” à prova de fogo. O difícil é ter sangue frio na hora do aperto. O instrutor fica “doido”com os procedimentos errados na hora do “vamo vê”, porque não é natural você ir de encontro as chamas. Em uma sala com vários focos de fogo,  fumaça total que não se enxerga nada, eu perdi a noção do espaço e da saída. Dá para entrar em pânico . É muito ruim e angustiante…… Resta torcer e rezar para que não aconteça com nenhum de nós porque  fogo é “F…ogo”!…..

Picture by Franklin Nolla.
bombeiros/firemen


A nave que me abduziu!

disco voadorFui visitar o mestre.( Continua amanhã ).

picture by myself-Franklin Nolla


Voar é preciso ou no meio dos prédios (Between Buildings).

Para mim , voar é o máximo. Sou afortunado por isso. Deus me deu a chance de trabalhar com fotos aéreas e realizar um dos meus maiores sonhos da minha vida. Voar. Antes do feriado eu sobrevoei São Paulo por duas rápidas horas, talvez para os clientes , duas longas horas. Para  mim nem bem subi e já desci. Agora é  esperar  por uma nova oportunidade. Medo?  Sim, tenho um pouco antes de entrar no helicóptero, minutos depois…eu relaxo. Aí é só prazer. Quer em uma linda paisagem, quer na periferia, quer no centro da cidade, quer no campo …o local não importa porque o que importa é voar e voar é preciso.

Essa foto acima é simplesmente documental,  mas com uma enorme força e representatividade para mim.Estou sobrevoando alguns prédios na zona oeste de São Paulo e a aeronave está  voando em uma altitude mais baixa  do que alguns edifícios . O barato é  que esse momento me relembrou as cenas de perseguição das naves em conflito no filme “Guerra nas Estrelas” -Stars Wars. Puro deleite. Onde se sente isso?  Na vida real em um helicóptero ou então só nos simuladores de companhias aéreas , ou na  Disney ou em  vídeo-games….. ( meio artificial , né ). Já disse que , para quem tem um pouco de grana, vá ao Campo de Marte  e divirta-se.

Picture by Franklin Nolla –

Informações via Google . Minha indicação – Helimarte – vôos panorâmicos sobre a cidade .


Obrigado.Thank you.Merci Beaucoup.Gracias.Grazie.Dankchen.Arigato.Cheche……e muitos mais……

A todos os meus fiéis amigos,  leitores e seguidores que me incentivaram a seguir postando novos textos e fotos. Estive ausente de São Paulo por problemas pessoais mas  voltei renovado e com muita garra . Simbora….


Onde você estava em 20 de Julho de 1969 ?

Provavelmente a maioria de vocês ainda estavam no projeto  da engenharia da criação……….Nessa data eu estava na frente de um televisor  preto e branco ,Invictus de 21 polegadas, na casa da minha avó ( a primeira pessoa  da rua a ter uma tv no ano de  1957 ) , impaciente , nervoso, roendo as unhas e torcendo  para que esse cara que está sorrindo na foto, desse o primeiro passo de um ser humano na superfície da Lua. Neil Armstrong , o pioneiro astronauta a pisar na Lua, doou aos homens uma célebre frase  ” um pequeno passo para um homem e um grande passo para a humanidade “.  Enquanto eu estiver por aqui , eu jamais me esquecerei desse mágico dia.O mundo inteiro parou para ver  ao vivo as imagens  geradas pela NASA. Eu me sentia  como se o Brasil tivesse ganho mais um campeonato mundial de futebol. Pura felicidade. Pareceu  uma premonição , porque em 1970 , o Brasil faturava o tri no México, com a melhor seleção de futebol da História.

Sempre fui um menino ligado `as aventuras espaciais. Desde o primeiro voô sub-orbital , quando eu já era alfabetizado, não parei mais  de ler e de me informar sobre a saga humana no espaço . Batman, Fantasma,Superman,Capitão América e outros que tais , jamais pertenceram ao meu pequeno panteão de heróis. Os meus heróis são de carne e osso. Yuri Gagarin e Neil Armstrong, que foram rivais na corrida espacial para colocar o primeiro humano na Lua, agora devem estar juntos , em outro plano, contando os segredos de cada programa espacial e saboreando o imenso bem que fizeram para pequenos sonhadores  como eu,  que gostariam e dariam todos os bens materiais em troca de um singelo passeio na Lua e  no espaço sideral.

Adeus Neil Armstrong. Sua família fez um pedido muito singular. Que cada ser humano que observar a Lua, dê uma piscadela com os olhos em homenagem a Armstrong . Eu sugiro mais um pouco. Que cada um de nós ao observarmos uma  linda noite de céu estrelado, passemos a dar também uma  piscadinha para Gagarin, pois ele foi o cara que abriu as portas do céu para o infinito.

Pictures by NASA.


Tô com a cabeça muito quente.

Encarar uma reforma em uma casa  não é fácil. Quebradeira e poeira por toda a parte e ainda de quebra, “inferno astral” .Como não tem jeito, o negócio é contornar os problemas e viver a vida que é  bela e poderosa. Já, Já, solto um novo “post”.


A bola cai no cesto ou não?

Se for arremessada pelo American Dream Team de basketball, sim, com certeza. Se for arremessada pela seleção brasileira de basquete,  não. O que me leva a crer nisso?  Simplesmente o complexo de “Viralatas”. Os atletas olimpicos brasileiros estão pecando pelo complexo de inferioridade , titubeando e vacilando na hora decisiva nas competições esportivas ante os rivais americanos , europeus e asiaticos, sem falar nos “muchachos”  mexicanos que humilharam  os “pipoqueiros” brasileiros no futebol. Tudo por causa de uma mentalidade de país colonizado que acha bacana e bonito tudo o que vem do exterior.  Historicamente fomos colonizados pelos portugueses e colonizados culturalmente depois pelos franceses e ingleses e mais recentemente pelos americanos.Será  que os “chinas” começarão a imperar por aqui também? O Comitê Olimpico Brasileiro gastou uma fortuna nessa Olimpiada e o resultado foi pífio, vigésimo segundo  lugar. A Australia  investiu a mesma quantia e ficou com a décima colocação. Como pode?  São seres superiores a nós?  São superatletas superdotados ? Nada disso . Simplesmente eles apostam na educação esportiva junto com a educação formal, investindo nas escolas públicas , onde as crianças  desenvolvem o conhecimento, a cultura e o esporte. Se  houver investimentos maciços e mudanças na política esportiva brasileira, agregando-a `as  escolas,  desde o ensino fundamental ,  teremos campeões em todas as áreas. “Educação sim , Corrupção  não”, esse é o mote que dá certo. Infelizmente prepare o bolso, porque você vai pagar a conta da Copa do Mundo de Futebol  e da Olimpiada e  esportivamente , o Brasil do jeito que vai, não vai ganhar nada.

picture by Franklin Nolla.


Uma tragédia difícil de ser entendida.

O helicóptero que caiu em Goiás é da  marca Agusta-Westland, fabricante do modelo da foto abaixo. O que caiu é um Koala AW 119MK2 . Não sou perito e nem estudioso de acidentes aéreos, mas tem algo que  me intriga no acidente que ceifou a vida de 8 pessoas, a maioria delegados de Polícia. Como pode acontecer a queda de uma aeronave em bom estado, com poucas horas de voô , voando em um céu “azul de brigadeiro”?  Imagino que as respostas mais fáceis sejam ” Foi uma fatalidade”, “Foi imperícia do piloto”, “Foi uma falha mecânica”, ” Foi uma falha na manutenção” e mais uma fieira de “Foi ..sss”. Um pouco do que conheço e algo dentro de mim  sinaliza que  foi um pouco a mais do que uma fatalidade. Acho que algo extra aconteceu e não tenho a menor idéia do que teria ocorrido. Já voei a trabalho em várias aeronaves e nunca senti medo ou achei que a “cadeira voadora pudesse cair”. A  responsabilidade e a competência dos pilotos em checar as normas de segurança de uma aeronave é bem grande e nesse caso, por ser um agente de segurança, mais ainda. Eu sempre tive a sorte de voar com pilotos extremamente competentes (esmagadora maioria) que primavam pela segurança e como leigo, eu sempre senti que as máquinas sempre estavam ” bem a mão” dos pilotos e  os  rotores  delas soavam sempre bem afinados. No meu último vôo, que foi no ano passado, o piloto viu a aproximação de vários urubus e  habilmente mudou de rota.  Foi difícil para mim enxergá-los, mesmo ele apontando onde os ditos cujos estavam. Para ele, foi uma coisa rotineira, demonstrando uma boa acuidade visual.  O estado da maioria das aeronaves que voei eram impecáveis. Via de regra, a maioria dos  pilotos não arriscam a própria vida e a vida dos passageiros por algum fator de  negligência. O imponderável só entra em ação quando as normas de segurança são  desrespeitadas em qualquer procedimento para realizar um vôo, desde a manutenção preventiva , o plano de vôo e  até as  condições meteorológicas.  Daí, para o acidente é só um passo.   Por isso… ainda quero voar muito na minha vida…..  fazer muitos vídeos e muitas fotos…..dependo só de me contratarem e de que as aeronaves e pilotos estejam de acordo com as normas de segurança, porque voar é o máximo….

Picture by Franklin Nolla.


Ô Ô Ôooll. O Natal chegou.

 Alegria, fé , saúde  e  felicidade  são os meus desejos  para  todos os meus leitores.

Quero fazer um pequeno comentário especificamente sobre a figura do Papai Noel. Andei lendo alguns artigos na imprensa falando mal do Natal e do Papai Noel, como sempre acontece. Aquele velho papo manjado de que é uma festa do comercio, de  que somos manipulados, porque somos ruins e  de que nessa época do ano  tentamos ser bonzinhos para expiar um pouco a nossa culpa  e etctera e tal…. Confesso que já estou de saco cheio desses intelectuais e articulistas que na falta de assunto , ficam escrevendo um monte de calhaus  para ocupar os espaços em suas colunas diárias.Acho que esses caras  foram umas crianças pentelhas que não achavam graça em nada A maioria deles,  devem ter tido  todos os desejos realizados pelas suas famílias abonadas. Portanto, tudo é chato, o Natal é um porre. Tenho vontade de perguntar a alguns deles se alguma vez na vida se fantasiaram do bom velhinho e foram visitar um orfanato ou uma casa de repouso para idosos. Duvidooo. Você que lê esse texto,  saia na rua agora e cumprimente com um “Bom Natal” o seu vizinho, o seu jornaleiro, o caixa do supermercado  e verá a reação espontânea e o largo sorriso com que eles receberão a sua saudação. Vá a um Shopping Center e veja a emoção da garotada ao falar com o Papai Noel. Tudo isto faz parte de uma tradição que ao mesmo tempo  é  religiosa e laica e que é  passada, através dos anos,  de geração em geração. O Natal e o Papai Noel são componentes de nossos sonhos e do nosso imaginário.

Feliz Natal. E que venha o bom velhinho.

Picture by Franklin Nolla.


UFA! CHEGUEI. AMANHàRECOMEÇO.


Tô fora do ar .

Fui na “fonte” buscar inspiração e relaxar um pouco. Volto logo.

foto: Franklin Nolla


La mamma está melhor.

Acho que ela deve ter alta até o fim dessa semana. O capítulo hospital está acabando. Agora começa o drama na casa. Ela não ambula e está com sobrepeso. O lado bom é que não vou precisar fazer musculação na academia.


Fora do ar e ainda dentro do hospital.


Fora do ar.

Infelizmente não estou conseguindo postar. Estou com a mamma enferma no hospital. Logo ela terá alta e eu volto.


Deixe o sol entrar.

Continuando a ouvir meus   Lps , peguei  um disco do Fifth Dimension,  botei prá tocar as músicas  Aquarius e Let the sunshine in e fui no computador buscar uma foto de um dia de sol entrando pela janela em uma casa de praia na Ilhabela. Achei rápidamente e estou compartilhando com vocês. Embora esteja na maior parte do tempo em Sampa,  tenho visto  nestes últimos  dias os raios de sol do inverno entrando bem cedinho no meu quarto, uma beleza, só que a rinite invernal entrou também, me deixando totalmente nocauteado.É isso.

foto-Franklin Nolla.


Refugiados na Cachemira. Refugees.

Nas matas e  florestas  da  Cachemira, Índia,  avistei vários campos de refugiados que não consegui identificar de que países  e etnias eram ,  devido a pouca vontade de falar dos anfitriões kashimirs. Acho que eram paquistaneses, por  causa  do conflito constante entre Índia X Paquistão ( junto com rebeldes da própria Cachemira). O fato de estar sendo guiado por guia  brasileiro , que já havia feito ‘a logística com as autoridades  locais,  facilitava muito a locomoção pelos meandros da região. Havia  uma certa admiração pelo fato de eu ser  conterrâneo do Ronaldo & Cia .Vi um povo forte e obstinado com o fim das escaramuças entre os conflitantes  , visto que o estado de guerra latente é sempre uma constância. Mas o que se há de fazer, pensam os civis que almejam a paz,  a vida continua e deve ser vivida como se não houvesse a ameaça diaria de morrer em uma explosão ou uma bala perdida  no meio dos atentados. Brava gente que enfrenta diariamente a morte. Quanto aos refugiados, é muito triste vê-los sem esperança. Quando algo de novo aparece, como no meu caso, uma centelha de felicidade irradia pelos seus olhos,  mas …logo, logo se dissipa.

foto- Franklin Nolla.


Bálsamo para as tragédias na Índia.

Olha só as manchetes de hoje na Índia:

Acidente ferroviário faz 21 mortos. Explosão de armázem de fogo-de-artíficio mata 30.Inundações fazem pelo menos 200 mortos.Morte de ministro provoca onda de ataques cardíacos ( 67 morrem ).Incêndio em depósito de petróleo faz pelo menos 12 mortos. (em Jaipur).

Fiquei impressionado  com a quantidade de mazelas que o povo indiano está passando. Procurei nos meus arquivos uma imagem que simboliza-se um elo de união entre eles. Achei essa acima que mostra 3 gerações distintas.Coincidentemente foi clicada em Jaipur. A família chamou a minha atenção, primeiro pela beleza de cada uma  delas , de acordo com  cada faixa etária,  e  pelo tom  das cores nos vestidos, contrastando com a  pele escura das mulheres. A imagem passa serenidade, com  uma grande harmonia entre elas. As cores pacificam a alma. É isso.

foto- Franklin Nolla.


Treinando o olhar.

Se você gosta de fotografar, uma das maneiras prazerosas de fazer um bom click é adestrar o olhar para pequenas coisas e objetos que fazem parte do seu cotidiano,  coisas que costumamos achar sem importancia, mas que podem revelar uma nova maneira de enxergar pequenos detalhes como uma boa composição gráfica de uma flor, fruta , texturas de folhas e etc….Experimente focar em detalhes sem importancia e uma vez que você se concentra neles, começará a descobrir  uma nova forma de percebe-los.É bacana e faz bem para desanuviar o estresse. Olhos a obra.

foto-  Franklin Nolla – alface americana antes de virar salada.


Workahollic

Olá pessoal. Estou no final de uma semana repleta de trabalhos. Vou terminar amanhã… vou conseguir  enfim dormir  um pouco e depois retomar as postagens no blog.bye.


A enrolação no largo da Batata.

Ontem a Prefeitura anunciou que as obras de revitalização do Largo da Batata serão  prorrogadas por mais 6 meses. Primeiro disseram que haviam achado um sítio arqueológico com objetos indígenas de aproximadamente 200 anos, agora vem o lero-lero das pendências de imóveis que ainda não foram devidamente desapropriados. Ora bolas, como é que começam uma obra gigantesca sem os devidos procedimentos necessários deixando uma população a mercê  do caos no transito de veículos, da quantidade enorme de entulhos provenientes das casas  semi demolidas, da falta de iluminação e da violência originada pelos vagabundos que perambulam pela área.


Maré negra.

Imagine esse marzão maravilhoso sendo coberto por uma enorme massa de petróleo com cerca de 9000 mil quilometros quadrados de extensão.É isso o  que está acontecendo agora devido a explosão da  plataforma marítima da British Petroleum  no Golfo do México . A mortandade de espécies marinhas deve ser a  maior da história, sem contar os enormes prejuízos econômicos que serão causados aos norte-americanos e países vizinhos. Vamos torcer para que os danos da poluição não sejam maiores.A natureza não pode suportar tamanha agressão. O homem já destrói o planeta. A aventura da espécie humana já  está indo para o fim.

foto-Franklin Nolla.


A bola da vez.

Primeiro foi a Grécia. O próximo especula-se que será Portugal. Depois, a Espanha. Enquanto a teoria do dómino não cessa, a Europa mergulha cada vez mais na  tsunami da  crise econômica. Os credores desses países, França e Alemanha, podem sofrer o reflexo dessa onda. Por aqui a velha fala da marolinha vai voltar.Quem tiver pé de coelho e figa na carteira, que as use. Xôo urubu.