All content @ by Franklin Nolla

Posts com tag “Catástrofe

Beautiful Planet. Beleza de Planeta.

 

18.vale verde.Ladakh.India Judiado, Devastado, Poluído. Em  processo de extermínio, com clima que gera catástrofes e muitas palavras negativas  a mais que eu nem consigo lembrar, mas  para mim o que vale  mesmo é que o pequeno planeta  é o Senhor do Universo, a jóia rara e maravilhosa , a  Terra, o planeta azul  que me comove . Eu peço a ajuda de Deus que me dê saúde , um pouco de  grana e  mais um razoável tempo de vida, de lucidez , de boa locomoção,  para que eu possa   ainda ver as maravilhas da natureza  que estão se extinguindo devido a  ganância e a ignorância  de muitos  imbecis  que infelizmente  destroem  esse lindo planeta…

Do jeito que as coisas estão, só resta correr e conhecer antes que acabe.

Picture by Franklin Nolla- Norte da Índia/Ladhak/Himalayas

Anúncios

O maior pesadelo de todos os pesadelos.

A primeira vez que vi o mar eu tinha 5 anos. Foi na Praia Grande , na época totalmente selvagem, um paraíso ecológico perto de Santos. A mata Atlântica encostava na areia. Havia só algumas pequenas casas de caiçaras, sendo que em uma delas morava uma tia eremita. Nesse cenário eu tive o primeiro de uma série de pesadelos que me acompanhou até eu atingir a idade adulta. Sonhava que sempre uma onda gigantesca varria tudo que encontrasse pela frente, menos eu e a minha avó , que por algum fator extra natural, saíamos a correr sem que a monstruosa onda nos atingisse e aí eu acordava super assustado. Vários analistas e  respectivas explicações afastaram de mim o referido pesadelo. Já como um jovem adulto aprendi o que era uma tsunami. Só que não tinha visto nenhuma até o terremoto da Indonésia em 2004. Havia visitado a Tailândia em 2003 e vi a bonita cidade litorânea de Puket ser arrasada em 2004. A partir dessa data, percebi que a realidade de uma tsunami era assustadoramente maior do que eu havia sonhado.Fiquei pasmo com a violência e o estrago que as ondas gigantescas fizeram agora no Japão. É impressionante as cenas de barcos,  carros , casas, galpões, trens, aviões sendo arrastados e destruídos pelas ondas.  Li que a energia liberada pelo terremoto foi equivalente a milhares de bombas atômicas como a de Hiroshima. Em 1945 foi a bomba A e agora o terremoto de 8,9 graus Richter. Uma grande  sofrimento para o povo japonês. Constatei que a realidade da tsunami é muito pior que a do meu pesadelo.

Foto-Reuters.

Texto-Franklin Nolla.