All content @ by Franklin Nolla

Posts com tag “copa do mundo

Extra! Extra! O novo Estádio do Corinthians.

Bem no meio da foto, um pouco mais a esquerda, ao lado do centro de treinamento do alvinegro  e vizinho de um conjunto de prédios,  há um descampado. Aí será construído o novo estádio do Corinthians para sediar o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, aqui em Itaquera, São Paulo.Essa informação  foi  passada pelo piloto do helicóptero que eu estava utilizando para fazer umas fotos aéreas na região. Na época , deveria ter pego um financiamento bancário para comprar alguns terrenos da região. Hoje eu estaria meio rico. Tem em um ditado que diz que quem trabalha não tem tempo para ganhar dinheiro, eu padeço  desse mal. Sorte dos políticos e espertalhões que já devem ter tudo dominado.

foto-Franklin Nolla.


Paella tricolor uruguaia.

Ironia do destino. Eu nunca ganhei nenhum prêmio ou brinde em qualquer concurso ou promoção em toda a minha existência. Há um mês atrás, eu fui abastecer o meu carro e o frentista bastante feliz disse que eu havia ganho on line , uma camisa oficial da seleção brasileira. Falou que eu era um felizardo, pois centenas de consumidores iam abastecer os seus veículos e ficavam frustrados por não ganharem a tal camisa.Entrei no site da cia e fiquei aguardando a tão cobiçada amarelinha. Hoje finalmente ela chegou.Não tive vontade de sequer tirá-la da embalagem. Guardei-a no armário para a copa de 2014. Como não tenho mais time para torcer, vou passar a apoiar a celeste uruguaia. O meu time aqui no Brasil, o tri-campeão mundial São Paulo FC, que  teve em seu elenco alguns craques uruguaios. Pedro Rocha , um maestro, Pablo Forlan, Dario Pereyra e mais recentemente Diego Lugano (contundido) que hoje estará em campo  torcendo  contra a Holanda. Vou secar os laranjas. Arriba Uruguai, Arriba São Paulo FC (rumo ao tetra).

foto-Franklin Nolla.


O educado Parreira e o grosseiro Domenech.

Imediatamente após o encerramento do jogo África do Sul 2 X 1 França , que eliminou os dois times do mundial de seleções, o técnico  Carlos Alberto Parreira foi cumprimentar o xarope técnico da França, Raymond  Domenech, que se recusou a estender a mão ao treinador da seleção da África do Sul,  deixando o brasileiro patéticamente com a mão no ar.Fora a estupidez do gesto, o francês deu as costas e ainda falou algumas palavras ininteligíveis em Inglês , provavelmente palavrões, que levaram os dois treinadores a baterem boca.É um absurdo que as autoridades esportivas da França tenham escolhido um fulano totalmente desequilibrado para dirigir a seleção campeã mundial de 1998. Esse sujeito brigou com os seus próprios comandados e por onde passou só arrumou encrenca. Sarkozi, pague um safari para ele no Kruger Park e deixe-o lá para sempre.

foto-AP.


Parabéns Brasil.

Olha aí a seleção do anão começando a jogar bola. Eu achava que o placar seria magrinho, queimei a língua, mas tem uma coisa, eu escrevi que  esses caras da Costa do Marfim não eram de nada. Deu 3×1 para os brasucas, fora o olé e chapéus e cia….Se fosse a seleção da copa de 70 com Pelé, Rivelino,Gerson,Tostão,Jairzinho, Carlos Alberto,Clodoaldo e companhia, teria massacrado os cavalos e covardes Marfinenses por mais de 10 gols de diferença.Eles não são  de nada mesmo e ainda contaram com a ajuda do sectário juiz francês, que deixou eles fazerem a única coisa que sabem  – distribuir pancadas e coices.


Madrugada fria.

Antes do ínicio da Copa do Mundo de Futebol, as madrugadas paulistanas estavam muito frias e tristes. Não se via quase nenhum movimento de pessoas e carros nas ruas, talvez  devido a crise econômica e a um descrédito em relação a seleção do Dunga. Hoje é o dia D, o dia que a seleção vai enfrentar a Costa do Marfim para ver se decola na Copa. Se ganhar, as noites serão mais felizes e a temperatura, que agora está ajudando, será mais quente. O  que me intriga é o mêdo e o clima de incerteza que a midia especializada em futebol está passando para a população quanto a reputação e a qualidade da tão temida seleção Marfinense. Se o jogo fosse disputado na época que o Pelé jogava, a seleção africana seria menosprezada  pela imprensa, seria motivo de piada e o placar seria no mínimo 10 a zero a favor do Brasil. Infelizmente o futebol praticado pela seleção do  Brasil está alinhado com a mesmice e a pobreza técnica  que se vê no futebol mundial. Se ganhar e tomara que ganhe, o placar será magrinho, magrinho….Que saudade dos antigos craques brasileiros…. Que saudade da seleção Canarinho de Futebol……

foto-Franklin Nolla.


As antenas da Copa. 1958.

Fiz este click , de dentro do carro, no fim de semana passado ao voltar para Sampa na rodovia Carvalho Pinto perto do município de Guararema.Este visual  me deu asas a imaginação e recordar  que a minha primeira audição de uma copa do mundo de futebol foi em 1958, (eu era um garotinho). As  ondas do rádio vinham da Suécia, Europa,   para o Brasil através de cabos submarinos, a transmissão era horrível, o som ficava fraco, as vezes sumia e voltava alto com o narrador Pedro Luís gritando mais um gol do Brasil.Foi aí que eu comecei a ser um aficionado pelo futebol.Terminada a partida , Brasil 5×2 Suécia, éramos campeões  mundiais .O  meu tio pegou o seu Chevrolet  BelAir e me levou para um passeio pela cidade.Parou no  estádio do Pacaembu, onde outros torcedores estavam se confraternizando, foi uma grande alegria. Desviei  a minha atenção para o céu e vi um dos maiores espetáculos da minha vida, centenas de balões de São João , multicoloridos,  a adornar o céu de azul de anil no mês de  Junho de 1958. O Brasil ainda estava no ínicio do processo de  industrialização, ainda não era um crime soltar balões.Viva São João.Viva o Brasil. A música símbolo da época começava assim- A taça do mundo é nossa, com o brasileiro não há quem possa, eeeta esquadrão de ouro, é bom no samba  é bom no couro……………. Bons Tempos…Pelé, Garrinha, Didi… era só o começo….

foto- Franklin Nolla.