All content @ by Franklin Nolla

Posts com tag “Mianmar

Uma mulher memorável.

    Os predicados são muitos para indicar o quanto Aung San Suu Kii é uma “superstar” da Democracia. Só o prêmio Nobel da Paz já a credencia para isso. Não tive a felicidade de conhece-la, mas acompanho a sua vida e trajetória no cenário político internacional  desde 1990. No ínicio  daquele ano,  fui ao cinema ver um filme  a esmo, sem nenhuma indicação e sem saber do que se  tratava . Fui ver  “Beyond Rangoon” , ” Muito alem de Rangum”  que contava sobre o golpe militar impetrado contra a Democracia na Birmânia, atual Mianmar,  e especialmente sobre o sofrimento do povo birmanês com o violento e ditatorial regime militar. A grande protagonista desse episódio da história do simpático país asiático é Aung San Suu Kii, que ficou por mais de 20 anos presa pelos militares, em prisão do governo e em prisão domiciliar. A história dela e da sua luta pela liberdade , democracia e direitos humanos você pode acompanhar pelo Google e pela Wikipedia. Naquela época a imprensa brasileira não sabia e nem sequer tomava conhecimento do que acontecia na Birmânia. Depois do filme,  eu  pesquisei sobre o país e cheguei a conclusão que queria ir para lá de qualquer jeito. Raspei o tacho do meu pouquísssimo dinheirinho ( uma mulher canalha havia confiscado toda a minha grana) e através  de aviões caindo aos pedaços, finalmente cheguei a Birmânia. Foi um êxtase para mim pisar em solo asiático. Conheci um país atrasado, anacrônico e quebrado economicamente, mas de uma beleza impressionante com  um povo prá lá de acolhedor e hospitaleiro, (de maioria budista) e,  apesar do massacre  opressivo da ditadura, de bem com a vida. O país sofria com o boicote internacional contra o regime militar, não se via estrangeiros, só eu e a minha mulher  e uma meia dúzia de gatos pingados espalhados pela ex-colonia inglesa. Foi o lugar que eu mais me identifiquei com o meu passado, quando o Brasil era um país viável, livre, não violento ,  socialmente evoluído e repleto de pessoas de bem que representavam 99% da população;  que perdurou até  que os golpistas militares  brasileiros assumissem  o poder. Daí deu no que deu e f…….É isso.

Picture- Google.

Anúncios

Celebração da Liberdade.

” Não importa a força física do regime, no final eles não podem parar as pessoas, eles não podem impedir a Liberdade”. Essa frase foi pinçada de uma rara entrevista dada por Aung San Suu Kyi, prêmio Nobel da Paz em 1991, em sua prisão domiciliar na cidade de Yangon ,  Mianmar no ano de 2007. A ativista política se referia a forte repressão militar que esmagava literalmente as pessoas que saiam `as ruas clamando por anseios de Liberdade e Democracia na luta  contra a junta militar que até hoje permanece no poder,  devido ao  golpe militar perpretado contra o herói da independência birmanesa  em 1947, general  Aung San, pai de Suu Kyi,  assasinado e por consequência alijado do poder.

No dia 13 de Novembro de 2010,  Suu Kyi, 65 anos, teve a sua prisão revogada pela junta militar e pode finalmente abrir o portão de sua casa e ir de encontro aos seus  amigos e correligionários. Com Suu Kyi solta, os ventos democráticos voltam a soprar  em Mianmar. Vida longa a ela.Que sirva de exemplo para todos os países do mundo.

Foto- Franklin Nolla. Tirada em cromo 35mm no ano de 1997 em  Rangoon ( Yangon)  na majestosa Schwedagon Pagoda , o monumento religioso  mais bonito do mundo em homenagem a Buda.

obs- Para entender um pouco melhor a história de Aung San Suu Kyi  na  Birmânia ( Mianmar)  sugiro  que tentem achar  o ótimo filme de John Boorman,  Beyond Rangoon, em português – Muito alem de Rangoon- não sei se tem em dvd ou  quem quiser consulte a Wikipedia ou o Google.